Internet lenta é estressante

Pesquisadores da Ericsson divulgaram um estudo intitulado The Stress of Streaming Delays (O estresse de atrasos de Streams) que concluem, o quase que óbvio: a internet lenta estressa as pessoas. O estudo foi feito com usuários de smartphones de 18-52 anos de Copenhagem, Dinamarca.

tartarugas
Dados da minha internet de celular trafegando

O estudo verificou que o nível de stress aumenta de  19% para 34% durante o rebuff do vídeo (momento que a tela trava e fica um círculo girando com um contador percentual) e o nível de batimento cardíaco aumento em 38%, o que é semelhante ao que ocorre quando vemos um filme de terror.

Um delay de 2 segundos é capaz de aumentar o nível de stress em 3 pontos percentuais e um de 6 segundos aumenta em 6 pontos percentuais. Quando há uma pequena interrupção na transmissão o nível de stress aumenta em 15 pontos percentuais.

Os resultados já são óbvios, e se tivesse sendo feita aqui no Brasil essa pesquisa apresentaria resultados qualitativamente iguais, mas quantitativamente diferentes. Como já li na internet por ai: “Não são os jogos que deixam as pessoas violentas, é o lag.”.

Average-change-in-stress_RGB
Fonte Ericsson

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.