Partiu Viajar | O que preciso saber para minha viagem a Disney?

O post de hoje é o primeiro de muitos que farei sobre a Disney. Quem me conhece sabe que eu sou total “Disney freak”! Essa paixão toda começou no ano de 2007, no qual eu fiz meu intercâmbio para trabalhar por lá.

Antes de ir pra lá eu não sabia muito sobre a Disney e confesso que fiquei um pouco perdida quando cheguei. Sabia o básico do básico e só. Pensando na minha experiência, resolvi fazer esse artigo mais geral sobre a Walt Disney World e depois outros mais detalhados sobre cada parque.

– Quando foi inaugurada?

Em 1971 foi inaugurado o 1º parque, o Magic Kingdom. Infelizmente, Walt Disney faleceu em 1966 e não pôde ver seu sonho se realizar. Já em 1982 foi inaugurado o EPCOT, segundo parque do complexo. Em 1989 foi inaugurado o então MGM Studios, que hoje se chama Hollywood Studios.  Por fim, o Animal Kingdom teve sua abertura em 1998. Além dos 4 parques temáticos, conta também com 2 parques aquáticos: Blizzard Beach e Typhoon Lagoon.

– Por que o nome Walt Disney World?

O nome original era Disney, porém Roy Disney (irmão de Walt Disney) resolveu fazer uma homenagem post-mortem ao irmão e mudou o nome para Walt Disney World.

– Vale a pena fazer 2 parques por dia?

Não. Se você nunca foi à Disney é impossível conhecer 2 parques em um dia só. Eu fiquei lá 3 meses e não conheci tudo (não estou exagerando rs). O ideal é separar um dia para cada parque e se o tempo/orçamento permitir, repetir o parque preferido.

– Qual é a pior época do ano para visitar?

Meados de junho até meados de agosto os parque ficam lotados, fila pra tudo! Além disso, tem o fator calor, que estará no seu ápice. Quem puder evitar esses meses vai aproveitar mais. No final do ano, de mais ou menos 20/12 até 04/01, os parques ficam bastante cheios também!

– Sou adulto e não tenho filhos, será que vou me divertir?

Sim, demais! Rs

Ok, sou suspeita para falar já que sou Disney freak. Porém, os parques foram criados para oferecer diversão para toda a família. Têm várias opções de atrações.

Para os mais marmanjos e carrancudos tem uma brincadeira super legal chamada “Drinking around the world” que consiste em beber uma bebida típica de cada um dos países do EPCOT (ao todo são 11 países).

– Onde ficar hospedado?

A cidade de Orlando possui muitas opções de acomodação, desde campings até os hotéis mais luxuosos da Walt Disney World. O complexo possui mais de 20 hotéis, que são divididos entre várias categorias de preços, como econômicos, moderados e de luxo. Mas aí você pode estar se perguntando “será que é vantagem eu me hospedar nos hotéis do complexo? Será que não são mais caros?”. A reposta para as duas perguntas é: sim e sim rs.

– 5 Vantagens de ficar hospedado em um hotel dentro do complexo Disney

Os benefícios de se hospedar em um hotel da Disney são muitos, abaixo vou falar dos principais.

  • Extra magical hours – quem está hospedado em um dos hotéis do complexo ganha algumas horinhas a mais nos parques (antes da abertura ou após o fechamento). Tais horinhas fazem muita diferença (principalmente se você for na alta temporada), pode acreditar!
  • Fastpass+ – o fastpass é um “fura filas” com horário agendado. Com ele o visitante consegue agendar 3 atrações para entrar por uma fila especial em um determinado horário. Esse agendamento pode ser feito antecipadamente ou quando você chegar no parque. Quem se hospeda nos hotéis da Disney consegue fazer o agendamento com 60 dias de antecedência, já quem fica fora do complexo só com 30 dias.
  • Transporte gratuito para os parques e para o aeroporto – o transporte ida e volta para o aeroporto de Orlando é feito em um ônibus lindo, conhecido como Disney´s Magical Express. Além disso, os hotéis do complexo são mais perto dos parques e os ônibus possuem vários horários para levar e buscar os hóspedes para os parques ou hotéis.
  • Entrega das compras feitas nos parques direto no hotel – quem já foi para Disney vai concordar comigo, não tem como visitar os parques e não comprar nada. Esse benefício é bem legal pois você pode comprar à vontade sem ter que se preocupar com o fato de ter que carregar as compras pelo resto do dia.
  • Magicband – quem não se hospeda nos hotéis da Disney não ganha a pulseira, se quiser ter uma tem que pagar por ela. A razão é simples, as pulseiras servem para muitas coisas, porém todas essas funções podem ser feitas por meio do cartão que os visitantes ganham ao adquirir os ingressos, exceto a abertura dos quartos (funciona como “chave”). Assim quem não é hóspede só ganha o cartão.

Pessoal, espero que o post tenha dado uma luz aos viajantes de 1ª viagem da Disney. Tenho certeza que vocês vão voltar amando o lugar! Alguém aí já teve uma experiência igual a minha de chegar na Disney sem saber muito sobre os parques? Alguém já pagou um super mico? Compartilhe suas histórias com a gente!

Fonte: Blog Partiu Viajar

Lid Costa é uma das colaboradoras do blog PARTIU VIAJAR. Ama viajar e conhecer pessoas/culturas diferentes. Começou a escrever para o blog para compartilhar suas experiências e incentivar as pessoas a viajar. Esse ano vai embarcar em uma viagem de 6 meses para a Europa.

Acompanhe tudo no Instagram, Facebook e Canal YouTube do Partiu Viajar.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.